15747293O vice-presidente do Grêmio, Nestor Hein, baixou o nível e desceu a lenha.

Não vou defender ou me posicionar, mas é claro que ele foi muito forte pro combate com o pessoal da revista Placar.

Após a matéria onde eles afirmaram que a torcida do Grêmio é a mais racista do Brasil, o dirigente esculhambou com a publicação.

“Isso é uma revista, pra quem é gremista, pra usar no banheiro no lugar de papel higiênico. Isso foi um edital nojento, mal caráter, de uma gentalha. Gremista que é gremista tem que abominar uma revista que fez um edital como este que generaliza. Porque, certamente, a esmagadora maioria das pessoas que estavam na Arena não são racistas. Elas convivem com homens de todas as raças, negros, brancos, amarelos. Querer imputar isso ao Grêmio é de um mau-caratismo da revista Placar sem precedentes. É pra execrar uma revista nojenta, de gente mau caráter como esse editorial. Revista pra usar no banheiro no lugar de papel higiênico”, afirmou Nestor em entrevista ao Farid Germano Filho, na Grenal.

Em reunião na manhã deste sábado, o presidente Fábio Koff definiu que irá processar a revista Placar.

Aqui o áudio do que falou Nestor:

https://soundcloud.com/jfilhordguaiba/nestor-hein-grenal-sobre-placar

Foto: Divulgação Grêmio.