Zago esteve no programa Sala de Redação, da Rádio Gaúcha, nesta quinta-feira. Aqui algumas das suas principais frases:

  1. “Se eu colocar sempre o mesmo time, vários jogadores vão ter lesões.”
  2. “Eu vim aqui pra implantar uma metodologia, sei que as dimensões são diferentes, mas eu tive tempo pra treinar no Juventude, pra analisar os jogadores e depois encontrei uma equipe ideal.”
  3. “Tem uma diferença entre Grêmio e Inter. Grêmio está no segundo treinador em um ano e meio, tem uma base bem trabalhada pelo Roger, foi campeão da Copa do Brasil. E o Inter é o quinto treinador em um ano. Tem uma diferença. Mas a diferença entre os jogadores não é tão grande.”
  4. “Na Primeira Liga, semana que vem, vamos trazer jogadores do time B pra compor o grupo.”
  5. “O Neris sentiu um pouco a preparação física, tá no DM, não treinou nos últimos dias. É um jogador que estamos olhando com carinho, fazer com que se adapte o mais rápido possível pra jogar. É um jogador que ainda vai ter sua chance.”
  6. “No ano passado, a equipe trocava 270 a 280 passes por jogo. Este ano a gente troca acima de 500 passes. Então você já tem um controle do jogo.”
  7. Sobre o pênalti não marcado pro Princesa de Solimões: “Lógico que foi, vou falar que não, vi na televisão depois”.
  8. “O Eduardo sentiu muito o que aconteceu em Veranópolis. O que eles estão sentindo mais é a questão de nós nos posicionarmos na zona durante o jogo. Até o ano passado, quando o jogador caia no setor você individualizava e ia com ele pra tudo que é lado. Nós não, nossa marcação é zona. A gente joga em relação a bola, se movimenta de acordo com o companheiro. Eles estão encontrando muitas dificuldades neste início. O Eduardo sentiu muito, mas logo vou dar oportunidade.”
  9. Revelou uma conversa com Paulão pra ele parar com a ligação direta, o balão pro ataque. Uma ou outra vez pode acontecer, não sempre. Pra ele, o zagueiro está no mesmo nível dos demais zagueiros brasileiros.
  10. “Seijas foi o primeiro jogador que conversei. Ele gosta de jogar em um tripé pelo lado esquerdo. Em um 4-4-2, como extrema e num 4-2-3-1 o central, onde joga o D’Alessandro. Vai ter sua oportunidade.”
  11. Contou que o Shakhtar Donetsk, quando ele estava por lá, tentou a contratação do Marcelo Cirino. O atacante estava no Atlético-PR na época.
  12. Destaques da base que vão estourar em breve: “O Junio, Ortiz, o Val não apareceu a oportunidade ainda, mas em Criciúma, semana que vem, vai jogar.”

Aqui a matéria com o áudio do programa.