A direção do Internacional confirmou, em off, que o Wolfsburg acabou pagando 5 milhões de Euros (R$ 18,5 milhões) para ter o lateral-direito William. O clube tinha 60% do valor da negociação e ficou então com 3 milhões de Euros (R$ 11 milhões).

Detalhe que este dinheiro já entrou há algum tempo e já foi até usado como entrada nas contratações de Cuesta e Pottker, por exemplo.

O vice Roberto Melo falou hoje em Belo Horizonte e disse que, diferente da postura inicial, o jogador e seus empresários colaboraram em um segundo momento e a venda acabou sendo boa para todos, tendo em vista que o ala tinha apenas mais 9 meses de contrato para cumprir.

William, que ganhava de R$ 80 mil a R$ 100 mil no Beira-Rio vai ganhar quase a mesma quantia na Alemanha, só que em Euros. O contrato lá é válido por 6 temporadas.

A imprensa de lá classificou como “perfeita” a contratação de William, já que o time precisava muito de um lateral.

Veja onde irá parar os R$ 720 mil que o Inter vai pagar de multa