Odorico Roman falou aqui na Bandeirntes e acabou mandando um recado para o mercado: não adianta vir com propostas mais baixas do que o Grêmio quer, que não vão tirar jogadores do clube. Ele não falou isso literalmente, mas ficou bem claro pela sua fala que os dirigentes estão atentos nos valores das negociações de Gabigol, Vinícius Jr. O problema é que aqui no Sul as coisas são diferentes.

“O Gabigol é um caso de jogador que foi vendido por um valor expressivo e, para os jogadores do Grêmio, estas propostas não chegam. A gente não entende porque o mercado de Porto Alegre é tão menos valorizado que o mercado de São Paulo e Rio”, contou Odorico.

Ainda no campo das negociações, disse que Arroyo é um jogador de lado sendo monitorado, mas que não tem nada certo com ele.

“Joga na do Pedro Rocha, na do Everton, no lado esquerdo. Pode também jogar mais adiantado.”

Alex Telles conta história maldosa do seu começo de carreira