O jogo contra o Brasil de Pelotas foi a nona vitória consecutiva no Beira-Rio. Agora, o Inter pega dois adversários fora. Primeiro o Boa Esporte-MG, na próxima terça-feira, e depois o Criciúma, dia 21. O próximo jogo no Beira-Rio será contra o Ceará, dia 28 de outubro.

Na projeção atual, o Inter precisa de duas vitórias e um empate para subir. Mas é projeção, pode mudar. Restam mais 9 partidas. 4 em casa e 5 fora.

Na coletiva, Guto disse que, independe de Série A ou B, o importante é o time ser competitivo. Não faz diferença ter mais espaço pra jogar ou o adversário ter mais qualidade. O importante é o time competir.

O treinador revelou que no jogo contra o Luverdense, todos os jogadores correram mais de 11km e alguns chegaram a correr 13km. Hoje, com o time ajustado, os jogadores correm em média, 10km. Ou seja, correm menos, mas correm correto.

Winck pensa que o BOA, por estar desesperado, vai se atirar pro ataque. Será bom pra jogar nos contra-ataques.

A direção teve que fretar um voo para Varginha, já que não tem voo direto pra lá. Teria que descer em BH e pegar 6h de ônibus até o local do jogo contra o BOA.

Os jogadores estrearam a camisa “pré-jogo” em homenagem ao Outubro Rosa, estão de folga nesta quarta e só voltam aos trabalhos nesta quinta.

Foto: Ricardo Duarte/Inter