Danilo Silva voltou ao Inter após 7 anos na Europa. Mesmo que não tenha sido num super time, o cara jogou numa equipe conhecida, o Dinamo de Kiev, que disputa Champions. Vamos combinar que, mesmo tendo ido mal no começo, ele não teria esquecido de jogar bola. Só que pouca gente considerou 3 motivos que complicaram sua vida. Vou mostrar com base no que o próprio jogador passou pra gente:

Primeiro, que o cara estava voltando de 7 meses parado por conta de uma lesão no joelho. Só isso já é uma grande dificuldade. Tem jogador que demora quase um ano pra voltar a ser o que era.

Só que além da lesão, ele ainda voltou da Europa, mais precisamente do Leste Europeu, onde se joga um futebol muito mais tático do que o praticado no Brasil. Precisava da readaptar ao sistema de marcação, a intensidade, estas coisas. Zagueiro lá é muito mais protegido. Todo o time tem consciência tática. Mais, não tem marcação individual como aqui, é tudo por zona. Muita mudança.

Difícil né? Só que não foi só isso não. Tem um outro detalhe lembrado por ele mesmo. Sabe qual? O time não estava encaixado. Qualquer jogador que entrasse ia mal. Seja ele, Ortiz e até o Cuesta, hoje mega elogiado, acabavam sendo criticados. Só que não tem como bancar de herói com um time sem padrão de jogo, levando contra-ataque a todo momento.

Agora, com padrão tático, uma forma de jogar definida, as engrenagens andando, o cara entrou e ninguém sentiu falta do Klaus. O motivo? Estes 3 que falei: lesão, adaptação e o time ajudando.

Mesmo assim, Danilo ainda diz que tem muita coisa pra melhorar. Precisa ganhar confiança, mas isso só vai acontecer jogando.

Foto: Ricardo Duarte/Inter