“Na minha opinião, pouco me importa voltar a jogar bem ou não. Se não dá pra jogar bonito, tem que jogar do jeito que dá. Com vontade, raça e determinação pra vencer os jogos”, esse é o pensamento do lateral-direito Edilson, mas  garanto pra vocês que é um resumo do que todo mundo está pensando no vestiário gremista.

“Já fizemos jogos bonitos, o Brasil se encantou com nosso futebol, que era lindo e maravilho, mas agora não vem acontecendo. Então, é o momento de na base da raça e vontade vencer os jogos”, completou o jogador.

Renato pensa igual. Na coletiva após a derrota pro Cruzeiro, foi categórico lembrando que o time não vai jogar bem com tanta gente voltado de lesão. Não tem como fazer milagre.

É meio óbvio que o time chegou no seu ápice técnico e físico muito cedo. O ideia seria estar gastando a bola agora e não antes. Só que agora não tem mais como lamentar. O negócio é apostar em Luan.

O que ouvimos do próprio treinador é que o time não está criando. Barrios não recebeu uma bola decente contra o Cruzeiro. E os jogadores lamentaram pra nós da imprensa que só Luan sabe armar. Com a lesão de Douglas, ficou só ele.

Então, vai cair tudo nos pés dele. Luan terá que voltar bem para salvar a pátria. Se não…

Foto: Lucas Uebel/Grêmio